sexta-feira, 13 de maio de 2011

Sobre desistir

Há duas coisas na vida que um homem precisa saber: Ou você toma coragem e vai, ou você se encolhe e fica. Pois é, pode ter certeza que você fica, fica no mesmo lugar, passa a vida toda enroscado naquilo que chama de cansaço cotidiano ou sei lá o que.
Ninguém é proibido de sentir dor, frio ou medo. Não acredite quando disserem que desistir não existe, que apenas fracos o fazem. Cada um pensa que conhece o melhor para si, e às vezes essa certeza é verdadeira, ou então depois de quebrar a cara você irá levanta-se e ver que estava tremendamente enganado.
Imagine como a vida seria sem graça se você vivesse fazendo as escolhas certas, não errasse nunca, será que seria realmente bom? E quanto você já aprendeu com seus tombos? Quanto já se libertou através de lágrimas? E você já viu como cresceu após desistir de algo, desistir de algo que não era certo para você, desistir daquilo que o matava por dentro e tomava sua própria identidade, você já percebeu?
Busque o que é bom para você, e então seja feliz. E se depois descobrir que mais uma vez fez a escolha errada, por favor não se estraçalhe com julgamentos, apenas recomece, faça outra escolha e vá em frente, só não pare de viver por causa de um erro.



Isabelle Dias

4 comentários:

Leandro de Assis disse...

Com certeza. Ficar sem fazer escolhas é que não podemos.

Marina Cruz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marina Cruz disse...

Lindo, Belle!
É verdade, o que parece "fraco" as vezes tem uma força tão gradiosa!
Saudades :)

Beijo, Ma.

Carlos Cruz disse...

Ainda escreve, moça? Gosto de te ler. Abraço e fica em paz!