quinta-feira, 22 de abril de 2010

Talvez eu só precise de algumas palavras

Ele está ali, sentado no seu lugarzinho preferido, enquanto a observa.
Eu não sei como, mas algo tão forte sempre existiu, mas isso às vezes parece tão indiferente e tão escondido a sete-chaves.
Ela se aproxima como quem não quer nada, olha disfarçadamente para um lado e para o outro - Um silêncio, dois corações e o perdão... Enquando isso os dois continuam ali, calados.
Quantos anos se passaram, será que ninguém entende?
Ela é apenas uma garota, não é mais a menininha que fazia de conta que não poderia entender. E agora, mais do que nunca, sente que precisa falar algo a ele, - mas falar o que?
Algo simples, basta! Palavras como aquelas das cartinhas que o escrevia alguns anos atrás. As mesmas palavras que valem muito mais que os mais belos poemas.

Palavras rabiscadas num pequeno bilhetinho que agora ele tira do bolso, e lê com os olhos cheios de lágrimas ou arrependimento.

"Quantos estavam ao seu lado esse tempo em que eu estava longe, mas hoje vejo que nenhum deles conseguiram ver seu coração.
Você escolheu assim! Você quem quis deixar seu jardim, e ir regar outro, e hoje, por mais que eu tente, não consigo dizer nada que seja tão claro o suficiente ao que sinto. Mas não esqueça, quando quiser voltar, eu estarei aqui, e feliz ao saber que mesmo com tantos erros, agora você começou a se encontrar.
Seu primeiro jardim já cresceu, e hoje está aqui para dizer que Te ama muito e precisa cuidar de você."


Isabelle Dias

8 comentários:

"Só enquanto eu respirar, vou lembrar vc.." disse...

Que linda homenagem minha linda!Que lindo esse amor!!

Amei o post

Seu blogger é LINDO!!

Obrigada pelo recadinho q deixou p mim e por ter flutuado m meus pensamentos.
Fiquei mto feliz!

Beijos RARA

Maíra D. disse...

sem palavras.
eu pude interpretar de uma forma diferente que tambem coube ao post.

lindo lindo!

beijos

Felipe Cassiano disse...

Adoreeei !

estarei sempre por aqui tb viu !
aguardo novas postagens
hehehe

beijão Fe ;*

cássia regina disse...

tô chorando aqui. parece que você escreveu pra mim, que coisa linda( e triste)
beijos

Natália Firmo disse...

Isabelle o texto é lindo, um pouco triste, mas sensato.

Ao ler...lembro da minha relação com meu pai, foi, e talvez seja assim...mas eu ganhei experiência e me tornei uma pessoa melhor...cresci com as dificuldades e nada nem ninguém pode tirar minha vontade de vencer...com vc tb será assim.
Parabéns pelo Blog...
Continue escrevendo, escrever é uma forma de alimentar a alma e libertar o espiríto.

Blogbeijooos...rs!

lucas disse...

Sinceramente belo. Parabéns! (as always!).

s2

Johannes Dudeck disse...

Nossa,lindo e profundo. Belo texto.Pensei no meu pai quando li,não sei pq. Vi que vc gosta do pequeno príncipe,que bom! Gostei da estrutura do seu blog e dos textos.Voltarei mais vezes. ^^

Abraço.

S.C. Ellen disse...

Muito lindo o post. Um beijo e tenha uma ótima noite.